sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Tempos de Crise

Antes de mais, minha crise não é monetária(felizmente consigo viver minimamente bem) mas sim temporal(leia-se: o tempo tem estado uma bela m%$# para a pesca).

Consegui dar duas fugidas para fazer uma pesquinha rápida, apesar de não ser num dos meus sítios favoritos, serviu perfeitamente para o gasto!

Falo de um dos sitios mais batidos aos Sábados e Domingos por "cotas", "domingueiros" e "pescadores malandros" (eu enquadro-me neste ultimo, já vou explicar o porquê).

Ora como agora os dias são de cada vez menos horas de luz e mais frios, e como a vontade de pescar é inalterável durante todo o ano, desta vez ganhou a pesca e fui lançar a cana para o porto de abrigo. O local, apesar de fortemente sujo pelos "ditos pescadores", não é desagradável de todo onde os acessos são fáceis, o local de estacionamento melhor ainda e as condições para lançar impecáveis. Cana montada(a "velha" Barros) e lançada para dentro de água com uma generosa iscada de sardinha, restava-me esperar.

Ora, é aqui que as vantagens deste local sobressaem pois enquanto eu tinha a cana mesmo ao lado do carro, abri a bagageira, e fazia de banco enquanto me abrigava do vento gelado que já se fazia sentir! (Nota: aqui percebe-se o "pescador malandro")

A pescaria vai correndo como de costume (pacífica..sempre pacífica) até que tenho uns toques valentes! Saltei logo da bagageira e esperei pelos toques seguintes...Logo se fizeram sentir e záááááss, cravei um peixe! Cabeça a sonhar já, o que poderia ser?, era pesado, o que será ali naquele lugar?, quando .... Uma enorme faneca!
Fanecas XXXL
Bem, estava marcada a pesca, era mais um dia de fanecas XXXL e depois de tiradas 3, tentei lançar mais perto das rochas, a ver o que poderia andar por lá...
O Safio da noite
Não me enganei muito e um safiozinho caiu na iscada de sardinha! Estava feita a pescaria e como o frio já apertava, rumo a casa que há muito para tratar antes de congelar.
Ler mais »

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Catch &...

Não, não é "Catch & Release" mas apenas apanha de tiagem. Como disse no post anterior, restava apenas dedicar um pedaço do meu tempo para apanhar tiagem e ouriços, o que eu fiz mal saí do estágio. Dirigi-me o mais rápido possível para Carreço na esperança de apanhar ainda alguma luz do sol(fui prevenido com lanterna - ainda bem) e apenas munido de um tupperware, lá me dediquei a apanhar uns petiscos para os peixinhos.
Uns belos Ouriços
E a apetitosa Tiagem....!
O objectivo seria no dia seguinte mal acabasse o horário de trabalho, fazer-me chegar o mais rápido possível à praia dos Ingleses para poder dar uso à bela da tiagem e aos ouriços apanhados de fresco e quem sabe enganar um Robalo ou um Sargo esfomeado. Bem.... O resultado foi uma mini-faneca que devolvi à água!

Como nisto da pesca tem muito que se lhe diga, fica a experiência da apanha de tiagem e um ponto de referencia quando estiver a procura.
Ler mais »

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

E por pedras nunca dantes exploradas....

Hoje esteve um belo dia de sol e ficar em casa não foi algo plausível. Mas como a pesca não tem estado famosa ,eu e a Ana (a "maria" referida previamente) aproveitamos para dar uma voltinha com um objectivo: reconhecimento de possíveis pesqueiros!

Inicialmente apenas me interessava dar com um local que apenas tinha uma referencia muito vaga... .

Ao chegar lá fiquei contente com o aspecto geral do pesqueiro: pedra alta, bom acesso à água, água com algum movimento e sobretudo muito mas muito mexilhão à volta! A única desvantagem que encontrei foi aparentar pouca profundidade (máximo de 2metros e entre algumas rochas). Não implica que seja impossível ali existirem uns sargos, mas dentro do que estou habituado dos mares do sul, este não seria o pesqueiro do topo da lista...
Pedra mágica?
Ao sair do pesqueiro, reparei em algo que me alegrou o dia de reconhecimento, tinha dado com uma poça carregada de ouriços do mar, algo que também não tinha encontrado ainda aqui por Viana (talvez por ainda não me ter dedicado à sua procura...)

Mudamos de sitio e fomos dar uma volta. Lá estavam alguns pescadores e vi lá algumas pontas interessantes para fazer um corrico um dia destes, depois do trabalho...Mas o ponto alto foi quando ao passar perto do mar, encontro tiagem mesmo por cima da areia, limpinha! Não fazia ideia sequer que ali existia isso mas pelos vistos...

Resta agora, após este reconhecimento, dedicar um final de tarde à recolha de isco e posteriormente, um bom momento de pesca!
Ler mais »

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Carapauzada - 2 em 1

Divido este post em 2 partes já que foram 2 noites seguidas e quase idênticas:

Parte 1:

Hoje de madrugada fui até ao Cabedelo tentar a minha sorte aos carapaus. Não é uma pesca que eu me aplique muito por aqui mas é algo a ter em conta quando tiver noites de pouco fazer e/ou vontade de pescar apertar.

Com cerca de 3kg de sardinha congelada, 6 sardinhas frescas descamadas, salgadas e algumas cortadas em filetes bem temperadas com sal embrulhadas num jornal, lanternas e afins afinados esperei pelo cair da noite. Decidi com a "Maria" ir depois de jantar, logo logo de seguida. Desta vez e pela primeira vez, ela acompanhou-me nesta jornada(um grande obrigado e desculpa a seca, eheh).

Deviam ser umas 10h quando lá chegamos e estávamos com paredão só para nós. Porreiro, achei eu, o engodo vai ser só o meu e assim talvez peguem melhor. Com a emoção rapidamente preparo a cana e não tardou muito a tirar um carapau! O primeiro de 2010 em Viana do Castelo estava cá fora e restava apanhar mais que por ali andassem!...

Pois....Não apareceram mais, o carapau que saiu foi o único nessa noite e pela 1h30 estávamos a ir embora, já que não dava nada...Mas o bichinho ficou atrás da orelha...Sobrou engodo...Amanhã há mais!

Parte 2:

Desta vez fiz-me ao paredão sozinho. Com as coisas já/ainda preparadas da noite anterior, bastou apenas pegar e seguir para o pesqueiro. Desta vez estavam lá 3 pescadores e pelo que me apercebi, petiscaram por lá! É esse o espírito!

Comecei com uma engodagem mais forte para tentar atrair peixes para o meu lado mas ninguém estava a tirar nada...De repente, bóia ao fundo! Um valente carapau saiu e por pouco não me caiu entre as pedras, já que os beiços do peixe estavam arrebentados por causa do anzol! Sorte, pensei eu...

Entretanto, os outros pescadores tiraram mais 1 ou 2 carapaus e parou, assim como na noite anterior, nada mais saiu... Fiquei sem engodo entretanto e como não estava com paciência para ficar ali a dar banho à sardinha, peguei nas trouxas e vim embora.

Deixo aqui a foto da praxe com os dois carapaus de 2010, embora não dê para ver o real tamanho do carapau grande... Não me recordo de um carapau assim!
Belos carapaus!
Vamos lá ver se volto tentar os carapaus brevemente, gostei da experiência apesar de não haver muitos, foram bons os que saíram!
Ler mais »

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Passeio matinal

Hoje apeteceu-me dar uma volta pela praia dos Ingleses com a cana de spinning logo de manhazinha. Numa altura de incêndios e fogos, fiquei impressionado com a paisagem com que me deparava:
Bela Paisagem Minhota....
Dava a impressão que havia um vulcão nas minhas costas e se preparava para arrebentar pelo "fumo" gerado...Mas calma, Viana é pacato e vulcões e coisas do género é algo que para aqui não existe! Eram apenas os primeiros raios matinais a quebrar a neblina criada pelas constantes alterações climatéricas que têm havido nos últimos dias por aqui por cima devido aos incêndios. Passemos à pesca propriamente dita...

Não foi nada de especial, dei um passeio rápido mas proveitoso, pude conhecer melhor a zona uma vez que a água encontrava-se estupidamente limpa e transparente! Correu menos mal quando perdi mais uma amostra, a sardine :(

O ponto mais alto da manhã foi num dos lançamentos mais laterais a trabalhar a amostra junto as rochas, vejo um peixe a perseguir a amostra por uma fracção de segundos...Não chegou a atacar, apenas seguiu e fugiu tão rápido que nem me apercebi à primeira o que se tinha passado! Vi também uns peixes mais gordinhos que me pareciam taínhas a alimentarem-se junto das rochas, conforme as ondas batiam mais forte...Ficam as notas apontadas, melhores dias vão chegar!
Ler mais »

domingo, 15 de agosto de 2010

Neo-Pop-Fishing!

Acordei cedinho hoje e como disse no post anterior, fui tentar a minha sorte com os caranguejos apanhados de fresco. Cheguei ao paredão, deviam ser umas 5h30, rapidamente me apercebi que algo ali estava diferente...

O Neo-Pop estava a decorrer umas centenas de metros da zona onde eu estava e conseguia ouvir perfeitamente a musica de...Basicamente, montei as tralhas a dançar!(eheh)

Reparei também que havia bastantes pescadores com buldo, algo que é normal da zona mas havia bastantes...Talvez por ser domingo....Adiante!

Monto a primeira cana, preparo uma boa iscada com o caranguejo e lanço, já na esperança de apanhar um robalito que andasse com desejos de caranguejo. Monto a outra cana e preparo iscada de camarão, não fossem andar sargos no pesqueiro. As horas vão passando, os caranguejos vão-se esgotando e já estava quase a desistir e ir para casa, quando a cana de camarão dá sinal! Puxo com calma e vejam só....Uma faneca! Quem diria, fanecas, ali?(sarcasmo)

O resultado desta pescaria foram mais 4 fanecas, apenas realçando algo curioso que aconteceu:

Fiz um lançamento e ao esticar a linha, ficou presa numa rocha e acabou por rebentar o anzol, com uma iscada de sardinha fresquinha...Preparo outra montagem e lanço ligeiramente mais para a direita onde prendeu. Apanho uma faneca e espantem-se, trazia a iscada de sardinha na boca e ainda comeu a iscada de camarão da nova montagem! Há coisas do caraças...

Fica aqui a foto da praxe:
Mais Fanecas?!?!
A faneca do fundo pesou 220gr, uma grandita até...
Ler mais »

Nhami?

Cheguei agora a casa, depois de ter ido ver um espectáculo da Mariza a Ponte de Lima. Estive na ronhozice com a "Maria",despedi-me e depois lembrei-me de uma coisa... Amanha a maré vai estar a encher de manhãzinha, o vento vai estar mais calminho(seguindo o guru)...

Porque não apanhar uns caranguejos para ver se engano um robalito ou o apetite dos sargos está para aí virado?

Peguei nas lanternas, um recipiente de gelado e fiz-me até um sitio que sabia que de certeza daria para apanhar caranguejos!

O resultado é este "apetitoso marisco":
Caranguejo verde
A ver se amanhã eles querem pegar nesse isco e finalmente faço uma pescaria digna de ser chamada como tal...
Ler mais »

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Nortada impossivel...

Hoje o vício chamou mais alto que a força do vento e mesmo com ventos a chegar aos 30km/h segundo o windguru, eu fiz-me na mesma ao paredão, nem que fosse só para ter a linha na água!

Obviamente não estive lá muito tempo, cerca de 1h, 1h30 e ainda safei a grade com uma mini-faneca que devolvi à água.

Perdi uma chumbada apenas, já que estava muito vento coloquei a de 180gr para segurar ao fundo a todo custo, mas assim que a perdi dei por terminada a pescaria!

PS: Fiquei com a impressão que se não fosse o vento, tinha ali mar para entrarem um sarguinhos....A ver vamos...

PS2: É sexta-feira 13....Chiça, supersticioso hoje não pesca!
Ler mais »

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Rochas 1 - 0 Eu

E no meio de um final de tarde a "brincar" com a cana nova, lá perdi a primeira(e última, dava jeito) amostra...

Actualizando:

A Slimma "Fire Tiger" lá ficou numa rocha malvada... Enfim, era algo que mais cedo ou mais tarde iria acontecer, pena ser aquela!
Ler mais »

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Prenda antecipada!

Pois é, estou quase a fazer anos e para celebrar a data deste grande e poderoso pescador(cof cof...iludido), decidi comprar algum material de Spinning, modalidade que sempre me chamou um pouco de atenção e penso que será a mais adequada ao tipo de costa daqui de Viana do Castelo.

Acompanhado pela minha Maria (não, não é a amostra) fui até a Loja do Jaime (publicidade gratuita - de bom gosto) e perguntei por canas de spinning. Mostrou-me uma ou duas e de repente pergunta-me "já tens carreto? é que tenho uma promoção com material bom e até fica bem em conta". Claro que não me fiz de esquisito e pedi para ver.

As primeiras impressões foram boas, tanto da cana como o carreto e com o extra de virem 2 amostras grátis(sempre útil para quem começa - perder amostras vai ser um habitué...).

A cana é uma Alpha Tackles Evoc Series Marauder Heavy Duty-XH com 3.00m e acção de 20g-65g.
Especificações técnicas - Alpha Tackles Marauder
O carreto(Alpha Datch 3000 LR) na caixa diz ter 4.7:1 de ratio mas no catálogo diz ter 5.2:1, pelo que fui confirmar manualmente e pareceu-me ser mais para o 4.7 do que para o 5.2 (pormenores...)
Comprei também 3 amostras extra para ter alguma variedade a apresentar(leia-se aqui: perder nas pedras/algas/coisas que comam amostras sem estarem vivas).

Amostras actuais:
De cima para baixo, esquerda para a direita:
Dansel Lubina-XL B5 - 28g 14cm
Dansel Slimma A13 - 23g 15cm
Dansel Lubina-L ANA2 - 20g 12cm
Alpha Tackles Coyote Carvex 05031001 - 22g 11cm
Alpha Tackles Coyote Carvex 05031002 - 22g 11cm

Contas feitas, trouxe para casa um "kit" promocional de cana, carreto, fio, 2 amostras, luvas (vão dar muito jeito,acreditem) e chapéu (não tinha um, por acaso...ta maaalll), com mais 3 amostras, clips para trocar de amostra rapidamente, tudo por um preço muito em conta!

Resta agora aplicar-me um pouco nesta modalidade quando não me apetecer ficar parado a apanhar fanecas e pronto, mais um motivo para ir para a beira da água!
Ler mais »

Por mares de Sintra - Parte 4

Hoje foi o dia dos pesos pesados!

Acordamos "cedo"(9h é cedo....) e fomos à procura dos sargos, já que a maré estava a encher até as 14h. O local escolhido foram as Azenhas do Mar, para lá da piscina natural.

Ocorreu uma situação curiosa que certamente me irei recordar sempre, com gosto!

Estávamos nós descansadinhos a caminhar para o pesqueiro e reparamos num pescador solitário a passar por nós...Deixa lá ir o colega, que lhe corra bem o dia, pensamos nós.

Chegamos ao local escolhido e começamos a montar o material, quando eu reparo que o pescador que passou por nós, estava a lançar mesmo para a nossa frente, tapando qualquer hipótese de lançamento mais longe que a gente quisesse fazer! Eu fiquei indignado e falei isso com o meu primo, ao que ele, com calma, me responde, deixa-o estar, vamos lhe mostrar como é...

Bem, dito e feito, ele lança duas colheres de engodo para a beirinha onde fazia escoa e lança para lá perto. ZÁS! Um Sargo bom cá para fora. "Bem, tiras-te a cana, agora vou eu para lá" digo eu, e ZÁÁÁS! outro peixe cravado, infelizmente soltou-se... Olho para o lado para ver o outro pescador e só me apetecia estar perto para ver o olhar esbugalhado com que devia estar. Rapidamente recolheu a boia e pescou mais à beira, deixando espaço para a gente começar a pescar direitinho. E assim foi, entraram as Salemas no pesqueiro. Apanhei duas salemas, o meu primo outras duas. Uma delas cagou-me(não é literalmente, é caca mesmo) as calças, pelo que deu para dar umas valentes gargalhadas disso.

Mudamos para outro local à procura dos sargos e só sairam mais 2 Salemas e 1 Sargo. Estava assim feita a pescaria por Sintra e ficou a sensação que com o mar a ajudar, seria uma semana só de peixe mas melhores dias virão....Oh se virão!
Ler mais »

sábado, 7 de agosto de 2010

Por mares de Sintra - Parte 3

Hoje sim! Foi uma pescaria a valer!

Decidimos fazer uma pescaria aos carapaus prós lados de Cascais, onde já fizemos uma boa pescaria aos Sargos. Chegamos cedo ao local para arranjar lugar e logo o meu primo tirou um sarguito (água com ele) e começou a picar-me("Não pescas nada", "És mesmo fraquinho", etc...). Rapidamente entraram as bogas e peixes-agulha e assim que caiu a noite, era cavalas atrás de cavalas! Um total de 46 peixes, resultado competitivo 23-23! Desses 46: 23 cavalas, 2 peixes agulha, 1 sarguinho, 3 carapaus e os restantes bogas(so trouxemos as cavalas e carapaus, o resto água com eles).
Carapaus e Cavalas!
Ficou ainda marcada uma pescaria na madrugada de hoje para amanha, vamos a ver o que sai...
Ler mais »

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Por mares de Sintra - Parte 2

Hoje a pescaria foi ao fundo. Uma vez que o meu primo trabalha, eu fiquei em casa a preparar o material para quando ele chegasse, fosse só arranjar. O local escolhido foi algures prós lados do Magoito tanto quanto me apercebi, apesar do local ser do mais rochoso que já vi!

Fomos acompanhados pela pessoa que nos meteu o bichinho da pesca, o pai dele, meu tio(padrinho também). O resultado da pescaria, foi uma inúmera quantidade de chumbadas presas no fundo, 1 sargo de quase palmo, 1 sargo bom perdido pela rebentação e a ideia que poderia ter dado algo mais.

Da próxima a gente vinga-se....
Ler mais »

sábado, 31 de julho de 2010

Por mares de Sintra - Parte 1

Ora bem, e eis-me em Lisboa, mais propriamente, Sintra!

Vim aqui passar uma semaninha de férias e após uns imprevistos na viagem de sexta, hoje, sábado, finalmente chegamos. Assim que cheguei, comi algo e na companhia do meu primo, fizemo-nos ao mar, a ver o que dava. O mar não estava muito mexido, para além de estar muito clarinha a água e o vento norte não ajudar em nada!

Deste relato não ha muito a registar, a não ser o sargo pequenino que o meu primo tirou e uma chumbada encontrada que serviu para motivar uma guerra de "chumbadinha" em busca da dourada perdida(coisas de quem não apanha nada, vá).
Ler mais »

quarta-feira, 28 de julho de 2010

E deu...Faneca! Parte 3!!

Hoje decidi fazer uma madrugada na praia, depois de passar o dia na mesma em banhos e afins(férias dá nisto)!
Com as coisas arrumadinhas, fiz-me à praia dos Ingleses eram umas 4h30 e rapidamente estava com uma cana a pescar. Mas não sei se por o mar estar demasiado parado, se por não haver peixe que pegue, não gostei de lá estar e rapidamente mudei-me para o sitio do costume, em busca dos irmãos sargos.

Como levei as chumbadas de pedra, obviamente que as experimentei e fiquei com a sensação que cumprem muito bem a sua função! Infelizmente perdi 1 ou 2, mas pelo menos poupei o ambiente, não são tóxicas e ficou-me barato na carteira :P

O sol começou a aquecer e num instante apanhei 3 fanecas, onde uma delas deve ser a maior que já apanhei, tinha um bom tamanho!
Fanecas, fanecas e mais fanecas!!
A ultima faneca devia estar bem perto dos 30cms, é mesmo grande e larga, nunca tive uma faneca assim...E pelos vistos, é melhor habituar-me, já que aqui só tem dado disto! Bem....é esperar que outros mares venham!
Ler mais »

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Invenções!

Ultimamente ando em invenções. Para alguns, não são novidades mas achei interessante o conceito. Passo a explicar: "Chumbadas" de pedra.

Encontrei em alguns sites/fóruns referencias e maneiras de fazer e pus mãos à obra! O resultado foi este e será brevemente testado:
Chumbadas de pedra
Ler mais »

domingo, 18 de julho de 2010

E deu...Faneca! Parte 2!!

Não conformado com o facto de só sair uma faneca na última pescaria, decidi hoje ir fazer mais um final de tarde no paredão a fim de descobrir afinal onde andam os sargos. Tudo arrumado ainda desde a última vez, peguei no carro e a meio fiz a chamadinha da praxe para chamar o Sebastian, que prontamente concordou com uma pescaria.
Chegado lá, montei tudo direitinho e estava a pescar. Não tardou muito a pescar a primeira faneca. Entretanto chegou o Sebastian e após uma outra faneca minha, ele lá tirou o primeiro peixe desde estas ultimas pescarias por Viana!
Sebas com mais um peixeco!
A pescaria continuou tarde dentro e com o sol já posto, decidimos dar por terminada a pescaria, resultado final: 5 Fanecas e 1 Badejo (Pollachius Pollachius), 1 Larote (Ciliata Mustela) devolvido à água. Resultado competitivo: 4-3, ganhei eu por pouca margem.

Já em casa, ao descamar os peixes, reparei que uma das fanecas tinha algo na boca. Como gosto de ser curioso nestes casos, fui analisar o que era.
Pequeno caranguejo mastigado....
A faneca tinha dentro um pequeníssimo caranguejo já meio comido. Achei curioso e fiquei a saber um bocado mais sobre a alimentação destas "feras" que são as fanecas!
Fanecas e Badejo
E eis a foto de praxe, com 5 fanecas alinhadas e 1 badejo ao comprido.
Ler mais »

sexta-feira, 16 de julho de 2010

E deu...Faneca!

Pois é, deu faneca! Para variar, estava eu cansado de nada fazer e fui à pesca. Peguei nas trouxas, tudo para o carro e paredão aqui vou eu! Dei um toque ao Sebastian para aparecer também. Cheguei lá, fui tentar novamente o local onde apanhei o sargo jeitoso e a iscar com camarão como de costume, fiz uns lançamentos a ver o que saía. Desta vez não tive tanta sorte, deu faneca:
Mais uma faneca...!
Assim que tirei a faneca, procuramos outro local para tentar a nossa sorte, mas de nada adiantou... Decidimos então ver o que se passava no Cabedelo. Chegamos lá e vimos os pescadores de carapau habituais mas hoje não estava muito boa a pescaria, uns carapaus, uma tainha e uma cavala. Montamos a cana de fundo mas pouco tempo lá ficamos, já eram mais que horas de voltar a casa! Ficou para outro dia a pescaria a sério....
Ler mais »

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Escapadinha de ultima hora

Estava eu na biblioteca da escola, prestes a ir embora depois de passar um bocado da tarde a trabalhar para o Projecto de Curso, quando olho para as horas, para o estado do tempo e decido rapidamente: Vou à pesca nem que seja um bocado.

Dito e feito, juntei as tralhas rapidamente, peguei no camarão e lá me fiz eu outra vez até ao paredão(era mais perto e ando a explorar a zona). Tinha mandado uma mensagem para aparecer também a um colega meu de curso, o Sebastian, que pelos vistos também é grande viciado na pesca.

Ainda não tinha o Sebastian chegado, quando tenho a primeira captura do dia, um pequeno Badejo (Pollachius Pollachius).
Faneca!
O ânimo ficou logo em alta e o peixe que era pequeno foi devolvido ao mar. Entre lançamentos e umas chumbadas perdidas, lá aparece o Sebastian.

O mar estava calmo, com uma ou outra onda ocasionalmente maior mas o que chateava mesmo era o vento contínuo que não deixava esticar a linha e detectar picadas nem se fala.

Mais para o final do dia, já estava o sol a por-se, ao recolher sinto uma prisão mas a folgar cada vez mais. "Vem aí algo" disse eu para o Sebastian e não estava enganado, um Larote (Ciliata Mustela) com mais de palmo!
Larote e Faneca
Entretanto o vento acalmou e permitiu esticar melhor o fio e foi assim que me apercebi que tive uma picada muito suave. Cravei o anzol rapidamente e assim veio o último da pescaria, uma faneca de tamanho idêntico ao larote. O sol estava posto, a pescaria estava feita e ficou a promessa de voltar mais vezes para destilar este vicio desgraçado e maravilhoso!
Ler mais »

sexta-feira, 2 de julho de 2010

E material??

Pois é, encontro-me com muito tempo livre disponível (há outras coisas na vida para além da pesca(será?...)) e uma vez que não vou a pesca, posso colocar aqui uma breve descrição do material que me faz acompanhar nas jornadas por Viana. Não irei colocar tudo de uma só vez, senão depois mais tarde deixaria de ter o que fazer("vai à pesca oh malandro!").

Canas
Ora bem, começando por aquilo que nos faz duvidar sempre da sua resistência aquando necessário puxar um exemplar maior de sítios altos, as canas que me fazem acompanhar são:

A primeira cana de surfcasting que comprei, já la vai cerca de um ano, foi uma Barros Albatroz Top Surfer - 4,5mt - 100gr/250gr. Não me tem dado desilusões, pelo contrario, tem um bom comportamento, que coloque chumbadas leves(100gr) quer coloque algo mais pesado(máximo que já usei foi 180gr). Para já, é a matadora de serviço!

A vermelha, a mais recente aquisição, é uma Grauvell SC Surf EX - 4,2mt - 100gr/200gr. É uma cana mais leve, mais fina e mais sensível. Nos lançamentos que já fiz com ela, reparei que a ponteira é extremamente sensível e fina e requer um tipo de lançamento mais delicado. Pode ser a minha salvação em dias de pesca difícil, colocando material mais fino a trabalhar!



Ler mais »

terça-feira, 29 de junho de 2010

Após tanto tempo...!

Com falta de sono e maré adequada, eis-me a partir em aventura para o mar vianense. Eram 4h30 quando liguei o motor do carro, segunda-feira para terça-feira, quando constato para mim mesmo "Há gente mesmo doida, mas eu não passo ao lado...". Ignorei e fui a pesca.

Cheguei ao pesqueiro e apesar de um nevoeiro desgraçado, lá montei a tralha toda. Tudo pronto, ainda uma escuridão que me fazia usar a lanterna na testa, efectuo o meu primeiro lançamento da noite. Pensava eu "Vamos lá ver o que sai daqui....".
Na verdade, não saiu nada. Esse primeiro lançamento seria o ditador da opção seguinte, mudar de lugar. E porque, podem perguntar? Porque devido à escuridão, não me apercebi da quantidade estupidamente grande de algas que por ali andavam. Apercebi-me disso da maneira mais ingrata, ficando sem o estralho todo, que tão carinhosamente preparei na noite anterior...

Mudei de lugar, decidi arriscar uma boa percentagem de material e ir para um lugar mais rochoso mas que certamente não me traria problemas vegetais!

Opção essa que logo nos primeiros lançamentos se mostrou vantajosa, uma vez que passei a ter toques de peixe (ainda se desferrou um bodião, já quase fora de água). Lançamento vai, lançamento vem, tive um toque imediatamente após um mesmo lançamento. "Lá anda o peixe pequeno a brincar com o isco" foi o meu primeiro pensamento... Errado estava eu, pois o toque seguinte foi mais forte e a cana quase que imediatamente, começou a inclinar-se para a frente.

A tremer de emoção, consigo controlar o peixe e trazê-lo para a beira e enfrentar o novo problema... Como vou eu levantar este peixe de la do fundo, das rochas, sem partir nada ou perder o peixe? Ora bem, vale aqui a pouca, mas valiosa experiência de pescar aos sargos em Sintra com o meu primo em locais bem altos e com o peixe sempre pendurado.
A cana, nova e praticamente a valer a estreia, estava toda dobrada e o carreto parecia querer ceder à força, mas com calma lá consegui trazer o "bichinho" para cima.
Grande e escuro Sargo!
Tremendo por todos os lados, a primeira reacção foi libertar o pensamento que me estava bloqueado pela adrenalina: "FO-DA-SE". Depois acalmei um pouco e acordei uma certa pessoa para contar o sucedido (peço desculpa, mas sabes que é mais forte que eu!).

Não saiu mais nada, mas fiquei com a sensação de missão cumprida e que afinal o local ainda me pode surpreender!

Fica aqui o registo do Sargo: 600gr, 32cm!
Ler mais »

quarta-feira, 28 de abril de 2010

No final das aulas!

Ora viva! Já lá vai muito tempo desde que a pesca me tem roubado tempo suficiente para colocar aqui algo digno de registo(leia-se: grade atrás de grade atrás de....percebem!) pelo que hoje já há algo a registar!

Estava eu muito interessado nas aulas e atento(cof cof) e a pensar comigo mesmo "hoje é um bom dia para ir a pesca...". Dito e feito, mal acabaram as aulas, depressa me dirigi a casa para pegar no material e ala que se faz tarde!

Dirigi-me para uma praia que já ando de olho a algum tempo e eis que mal chego lá, reparo que estão no local dois colegas pescadores, cada um com umas 3 ou 4 canas.... Penso eu "bem, só não trouxeram mais canas porque senão ficariam sem isco logo após 2 lançamentos..."

Não me fiz de esquisito e coloquei-me ligeiramente mais para a direita deles(não gosto de confusões, eles na deles, eu na minha!) e já sabia que ali naquela zona havias umas pedrinhas, possivelmente um bom local para uns sargos ou peixes marisqueiros.

Como o tempo estava meio feio e a ameaçar chuva/trovoada achei que não iria ficar ali muito tempo... Felizmente, após meia dúzia de lançamentos, eis que me aparece um pregado de tamanho jeitoso e estava feita a pescaria para aquele final de tarde!

Matado o vicio, venham os estudos agora!
Ler mais »