terça-feira, 26 de agosto de 2014

A importância do Catch & Release

Se um raio nunca cai duas vezes no mesmo sitio (dizem), o mesmo já não se pode dizer em relação aos peixes ou não fossem os nossos amiguinhos famosos por terem memória de 3 segundos!

Esta jornada começou com uma investigação de novas águas onde pudessem habitar verdinhos.
De vidro aberto pela estrada fora até chegar a caminhos de terra. Com poeira pelo carro todo fiz a primeira paragem do dia.

Uns lançamentos para uns troncos submersos e muito apelativos mas nem um ataque.
Em zonas com ervas? O mesmo resultado.
Nas árvores caídas sobre a água? Nada de nada.
Uma conversa rápida com um casal de pescadores? "Aqui não há achigã, só umas carpas e pescas".
Pronto, estava esclarecido e a investigação terminou com 0 achigãs detidos por excesso de gula :)

Ainda a tarde ia a meio e eu sem achigãs por perto, tinha que me virar para outro lado.
Bem.... De volta ao ponto inicial!

Fui andando pela margem fora e o tempo foi passando. Entre pequenos ataques falhados e outros concretizados, cheguei ao mesmo local onde tirei 2 achigãs num instante no último domingo.

Lanço em várias direcções e de um momento para o outro.... Um valente ataque que me ia tirando a cana das mãos mas não ficou ferrado...!! Grrrrr....

Insisti mais um pouco, segui o meu caminho, voltei para trás e insisti novamente. Nada, não voltou a acontecer... Bem, fica pra próxima.

Continuei com o meu regresso ao carro, vou lançando o buzz para algumas ervas sem grande expectativa até que tenho um grande ataque e desta vez ficou ferrado!!
A luta não deve ter demorado mais do que 5/10 segundos, mas foi o suficiente para não conseguir puxar fio e o achigã mandar 3 grandes saltos antes de se desferrar....
E assim fica para a história mais um grande achigã com quem andei à bulha mas não ganhei.

De moral baixa páro numa curva com algumas palhas e ervas dentro da água.
Como sempre lanço em várias direcções e tento passar o mais perto possível dos paus/ervas.
Ouço um BLOP e vejo um turbilhão na tona da água mesmo ao lado do buzz. O desgraçado falhou!! Uma coisa tão barulhenta e vistosa, falhou... Isto está bonito está....!

Mas não arredo pé e vou o chatear com o ploc-ploc-ploc-ploc para da próxima não vai falhar!

Mais uns quantos lançamentos e desta vez não falhou!!!!
Cana para baixo, luta dura com tanto lixo no caminho....Um salto seguido uma corrida para o lado direito! Vejo o multi a bater nas palhas e a partirem à medida que o fio toca neles....Wwwooooowww calma aí valentão!

Começo a controlar o peixe e a puxar até que.... Fica preso num pau já perto de mim mas ainda longe!! Peixe de boca de fora, linha enrolada no pau, vou perder o peixe se ele tentar dar um salto! :O

Não hesitei e entrei na água, calçado e tudo para deitar a mão ao peixe. Dentro da água, deito a mão ao peixe, parto o pau e volto para a margem. ESTE JÁ NÃO ESCAPA!!!

Mais um belo achigã!
Yaaayyyyy :)
Inicialmente não me apercebi mas.....
Algo estranha esta barbatana...
Onde é que eu já vi uma ferida na barbatana assim....?
Esta barbatana cortada...
Pois....Este é exactamente o mesmo achigã record que apanhei no último domingo!
Dúvidas? Desaparecem quando se comparam fotos...
Capturado 1 semana antes!
A mesma ferida, na mesma barbatana. Demasiada coincidência, só pode ser o mesmo! :)
Mais uma vez de volta para a água, quem sabe se não nos cruzamos novamente uma terceira vez...?


E depois disto tudo a moral da história é: se não tivesse libertado o peixe no domingo passado, desta vez teria ficado com uma bela grade em cima!

Ps: Sei que um dia irei ter a mesma abordagem no mar. Já comecei a semear a ideia mas.... Hoje não é o dia. Quem sabe, amanhã...
Ler mais »

terça-feira, 19 de agosto de 2014

O Quarteto Fantástico

Depois de umas curtas férias por Viana, eis-me de volta!
Ainda por terras minhotas, tinha falado ao João sobre uma possível pescaria à noite aos robalos, mas as previsões alteraram-se e não estavam muito agradáveis quando foi hora de combinar a investida...
Ainda tentei convencer o João mas nada feito, o destino era os achigãs pela manhã!

Pois bem...

O dia não tinha nascido e já andavam 2 moribundos com falta de café pelas ruas da Bobadela. Com o volume de cafeína no ponto ideal, fizemo-nos à estrada como tantas outras vezes temos feito ultimamente.

A manhã estava fresca, havia uma neblina sob a água calma, um belo cenário de pesca apenas perturbado pelos habituais Zzzzztttt ao lançar um buzzbait seguidos do ploc-ploc-ploc rítmico na recuperação.

Sem sentir grande actividade, principalmente dos achigãs mais pequenos já estávamos a adivinhar uma manhã difícil no que toca a capturas...
Estávamos enganados e para provar isso nada melhor que apanhar um bom achigã ao fim de alguns minutos de pesca!
O primeiro do dia, para começar bem!
Um belo achigã com 920gr, que deu uma luta engraçada e causou um valente estardalhaço :)
E mal tinha nascido o sol...
Peixe libertado, vamos lá continuar a nossa pesca a ver o que nos calha!

Olhamos para a margem oposta e parecia ter alguns pontos interessantes a descoberto e foi lançada a boca para o ar "E se mudássemos de pasto para o outro lado? Parece ter bom aspecto!"

Batemos a margem tentando ir ao encontro dos verdes mas apenas íamos encontrando umas carpas perdidas pelas margens. Um dia ainda lhes faço a folha com o conjunto de pluma....

Vamos nós pela margem fora, lançando para zonas com ervas quando o João tem um ataque falhado, seguido de um salto fora de água de boca aberta de um belo achigã!!
Ficamos logo com os sentidos em alerta mas não quis saber mais das coisas estranhas que lhe atirávamos... Marcamos o local e prosseguimos.

Eu ia mais à frente e afastado do João quando tenho um ataque falhado mas um pouco suspeito e fiquei na dúvida se seria peixe grande ou pequeno... Insisti um pouco e marquei o local também.

Fui até ao final da zona das ervas e volto para trás para ir ao encontro do João, parando no local do toque. E ainda bem que o fiz!!!

Lanço o buzz para a minha esquerda e ao passar perto de um pequeno grupo de ervas, tenho um ataque forte e vejo uma bocarra à tona da água!!
Seguro a cana e começo a trabalhar o peixe mas não estava a conseguir, o drag apesar de estar bem apertado, ainda cedia com o peso do bicho!!!
Vejo-o a ir na direcção de umas ervas, vou rápido ao drag, fecho e tive que forçar e puxar para ele vir ter comigo rápido fora da margem, sem brincadeiras!!

Quando finalmente pego no peixe.... Bem, palavras para que, deixo-vos o video ;)
Este menino acabou por tornar-se no novo record de achigã para mim com cerca de 45cm e 1,370Kg e saltar para o topo do ranking da "Team Bobadela secção Água Doce" :)
Achigã Record!
Achigã disfarçado de panado :)
Wazzaaaaaaaaaa :D :D
A meta dos 4 dígitos mágicos estava atingida, um peixe assim já é um grande peixe!!
1,370kg - Grande... :)
Hora de o libertar, quem sabe que daqui a uns tempos não encontro-o novamente com mais um pouco de peso.... ;)

Com 2 peixes numa manhã e um record batido a valer por 2, estava mais que ganho o dia!! Mas....


Esta historia não terminaria aqui!


Avançamos até uma curva cheia de ervas e pauzinhos dentro de água, o sitio ideal para tentar a sorte. Buzz vai, buzz vem e eis que quase a chegar à margem, tenho um ataque arrasador de mais um bom achigã, com direito a saltos, piroetas e cambalhotas!!
Aqui está mais um!
Belo achigã :)
Buzzzzz buzzzzz
Um bom peixe com 910g, foi um dos mais lutadores :)
910g de boa luta!
Na hora da libertação demonstrou de que fibra era feito....
O João nem queria acreditar no que lhe estava a acontecer, eu já ia com 3 bons achigãs....

Eu bem dizia que não ia continuar a pescar porque estava a ser demais, mas continuava a lançar e ao fim de 5 mins....Pois, ataca mais outro achigã em modo acelerado a fazer 2 corridas para cada lado antes de vir ter comigo para mais uma foto!!
E vão 4...!!!
Eis o quarto peixe com 710g e o mais pequeno da jornada! :)
710g, pequeno mas arisco!
Também este teve uma libertação um tanto ou quanto curiosa...! :)
Com um total de 4 achigãs e um peso total de 3,910Kg , a manhã foi um bocado difícil para o João ainda por cima depois de ter apanhado um grande peixe uns dias antes.... :)
Eu bem queria ir ao mar gradar....!

Ah e quase que me esquecia de referir que durante esta pescaria ainda encontrei 1 grub e 2 amostras perdidas!

Há manhãs assim, muda-se de "pasto" e dá nisto ;)
Ler mais »

domingo, 10 de agosto de 2014

A noite do cardume de um

Esta pescaria começou como tantas outras começaram, uma espreitadela às previsões de vento e marés, uma conversa rápida com o meu primo no Skype e combinamos investir mais uma vez.

Só para terem uma ideia de como foi a conversa:
[15:01:17] Cláudio: amanha, spin?
[15:01:22] Milton: amanha spin
[15:01:51] Cláudio: graaade
[15:01:52] Milton: check

A ideia era apenas ir à pesca e disfrutar um pouco já que o mais certo era voltarmos cada um com sua grade às costas. Mas por vezes este tipo de previsões saem ao lado...

Chegamos ao local e deparamo-nos com uma noite super agradável, com uma temperatura fantástica e sem vento nenhum. Resumindo, estava uma daquelas noites de verão!
Canas prontas e vadeadores vestidos, era hora de tentar a nossa sorte mais uma vez.
Começamos a pescar e não demorou muito para optar por tirar o corta-vento, com a temperatura alta e ausência de vento era como estar dentro de um forno!

O tempo foi passando e a rodagem às amostras foi sendo constante, ora vai esta, ora experimento aquela que vai mais longe, depois esta que vai um pouco mais fundo...
Uma pausa para comer alguma coisa e como não tivemos resultados, fomos tentar num sitio ao lado.

Novamente, sem qualquer toque ou parecido. Se não soubesse, diria que estava no mar morto! :)
Decido voltar ao local inicial e ainda na rodagem às amostras, Saltigas, Luckycraft, Macuas e eis que chega vez da La Segunda 115.

Nesta altura somente eu estava a pescar, o meu primo estava mais afastado a ver a comedia que havia por ali nos buracos.
E sem que nada o fizesse prever....

Levo uma pancada forte e seca, a cana dobra-se toda e o carreto começa a cuspir fio como nunca tinha visto!!!
Aaahhhh, o delicioso som do carreto ZZZZzzzZZZZZZZzzzzzzzzzz!
Não tenho a certeza mas diria que durante os 10 segundos iniciais não tive forma de parar aquilo, apenas consegui aguentar como podia!
Com pouca profundidade quando estes gajos nadam parecem comboios, e tinha ali um candidato a TGV!!
Dei um berro a avisar que tinha um peixe ferrado, mas não teve qualquer reacção a não ser acender a luz e apagar novamente....
"Querem ver que o gajo pensa que estou a gozar...?" pensei.

Continuei a aguentar as investidas, a luta estava difícil!! Cana toda dobrada, muita linha fora e um peso grande do outro lado, eu tinha que tirar aquele peixe!
"Anda cá c*****o que este é grande!!" berrei novamente e desta vez já tive uma reacção, mas a reacção foi vir calmamente na minha direcção, como se nada se passasse.
"Olha-me este, em vez de me vir ajudar....Deves estar a gozar comigo deves!"

Aos poucos e a muito custo começo a ganhar algum controlo à situação e já consigo recuperar fio.
Estava tranquilo e com calma, até me aperceber que ele se desloca para uma zona com pedra...

Nessa altura já tinha o meu primo perto e pedi-lhe para acender a luz para ver a direcção do fio. Confirmou-se, estava a ir para a zona proibida!! Se queria ter alguma hipótese de lhe deitar a mão, tinha que apertar com ele. Aperto só um pouco mais o drag e começo a usar em conjunto cana e carreto para o puxar para onde queria, bem longe das pedras!

Aos poucos foi cedendo e não me foi difícil ficar de olhar esbugalhado quando vejo aquele dorso prateado no cimo da água já quase derrotado... Wwwwooooooowwwwww, é enorme!!
Trago o peixe o mais próximo possível para ser recolhido, o meu primo desce ao nível da água, deita-lhe a mão, puxa-o para cima e....

Já estáááaáá!!!!!!! YYEAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHH :D

Fiquei eufórico e super contente, que belo robalo e que luta fantástica!! Melhor era impossível!!
Um belo robalo com a La Segunda...
....E que luta fantástica me deu!
Íamos deitando para o ar valores possíveis para o peso, apenas concordando que era peixe para mais de 4kg, sem duvida alguma. Faltava saber quando mais teria...
Mediu 74cm...
...E tinha 4,670kg!
Esta luta foi sem duvida alguma das que mais pica me deu, logo a seguir à corvina. E disso não tenho qualquer dúvida, nunca vi aquele carreto a cuspir tanto fio seguido!

Era impossível não estar contente, ao medir e pesar deu para perceber que tinha subido mais um pouco o meu record pessoal com este peixe para os 4,670kg!
O sorriso não engana!
...!!!
Depois da captura, voltamos a pescar com a moral revigorada mas foi captura única. Não tivemos mais nenhum toque nem nada. Foi o verdadeiro "cardume de um"...
Mas a noite estava mais que ganha!

Terminamos a pesca quando já não dava para pescar e fomos embora, agora com o meu record renovado e a nova Infeet Seabass mais que aprovada!
Há noite assim.... :)

Nota: O peixe não tem encostado nem colaborado muito, desengane-se quem pensar que isto foi só uma ida e uma captura. Antes de fazer esta excelente captura, andei a penar durante umas 6 ou 7 vezes, sempre com uma grade às costas ou então capturas minúsculas. Não basta lá ir uma vez nem andar atrás do "ouvi o amigo de um amigo de um conhecido meu dizer que saiu peixe".
É preciso ir e insistir, com ou sem feeling. Primeiro vai-se à pesca e depois logo se vê como corre porque em casa não se apanha nada!
Ler mais »

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Morning Buzzzzzz!

Este fim de semana estava previsto não haver pescarias, mas uma alteração nos planos à ultima da hora deu uma abertura para eu e o João irmos aos achigãs e assim termos o nosso primeiro "duelo" aos achigãs!

Eu armado com a minha cana de spinning ligeirinha mas capaz de muito, ele com uma cana de casting já com os primeiros passos dados, previam-se cabeleiras e zumbidos!!

A manhã calma e serena apenas era perturbada pelos zumbidos dos buzzbaits nos lançamentos e um ou outro "Olha olha, mais um pequenote que atacou!"
Até que algo se moveu mais do que devia...

Perto de um tufo de ervas, o João tem um bom ataque mas falhado, fazendo um valente estardalhaço à superfície.
Tentamos insistir mais um pouco, ele com buzz e eu com um spinnerbait mas nenhum dos dois teve sorte.
Memorizamos o local e seguimos caminho, voltaremos mais tarde!

Pelo meio, ainda deu tempo para eu tentar pescar com a cana de casting mas simplesmente deu para ser um forte concorrente (e com mérito) ao prémio David Luiz 2014 - Cabeleira do Ano :)

Continuamos a andar e a sentir ataques dos pequenos, ocasionalmente lá saía um ou outro até que eu tenho um bom ataque mas também falhado. Raios!!!!
Tinha sido no mesmo sítio onde me fugiu o outro valentão....Hum....

Insisti de várias formas mas afastando-me do local, até que passado uns bons 15 ou 20 minutos chego a um ponto e digo ao João "Vou voltar ali atrás e vou f****r aquele gajo!"
Dito e feito, faço 3 ou 4 lançamentos com o meu buzz habitual, nada de nada, nenhuma actividade.

Mudo buzzbait da Booyah,semelhante mas com cores berrantes, um lançamento longo para passar por cima da zona e.... Ataque e ferragem com sucesso!!

Cana para baixo, aguentar a bronca, puxar em força e sem dar muita margem, tem que ser assim!
Agora não deu show e não saltou, praticamente só o vi quando estava bem perto de mim, 2segs antes de chegar à margem...!
O João ainda tentou filmar o combate, mas acabou por só conseguir o final, a parte da celebração :)

Yeeeaaahhhhhh!!!!!

Mais um bom achigã, fantástico!!
Olha o verdinho fresquinho!!
Impossivel não sorrir :)
Belas cores e contrastes....
Medido e pesado para ficar o registo, restava agora tratar da libertação!!
41cm de verdura!
Ficou a 70g do record... :)
Depois desta captura, voltamos para trás para tentar novamente o local do ataque falhado mas não houve reacção. Diferentes abordagens, o mesmo resultado - nada para ninguém!

Mais perto do final ainda tivemos mais 2 ataques, um para cada um e infelizmente, ambos falhados.

Certamente iremos acertar contas futuramente.... ;)

Nota: foi a primeira vez que usei o buzz da Booyah. Era novo e imaculado mas durante a semana o João precisou de um e usou-o conseguindo um bom peixe, dando assim o selo de aprovação antes de me entregar :)
Ler mais »