terça-feira, 21 de outubro de 2014

A aventura do Robanaldo

"Olá a todos!!

Sou o Robanaldo e apesar de ainda ser um pequeno e jovem robalo, sou bastante aventureiro neste mar salgado a que chamo de casa. Vou-vos contar a minha mais recente e fantástica aventura num dia que supostamente iria ser como tantos outros até então.
Bem que me enganei....

As águas estavam pouco iluminadas e mal conseguia ver o céu, mas sabia que o dia estava a nascer. Estava na hora de ir à procura do pequeno-almoço! Sim, que isto de ser um pequeno robalo é apenas temporário, um dia serei um gigante dos mares e ninguém, repito, ninguém irá me fazer frente!!
Nem mesmo o meu primo Anchovino dos Açores!

Procurava entre caneiros e pedras os meus pequenos camarões favoritos quando me apercebo que alguém estava fora de água. "Oh não - pensei eu - vêem aí pescadores! Vou esconder-me, rápido!"

Esperei um pouco... Não vi perigo... Continuei à procura de camarões até que algo me chamou à atenção, era um peixe em fuga!!
Tentei perceber o que se passava mas ele não falou comigo e continuou a nadar depressa.... Tinha umas escamas estranhas. Mas que aspecto apetitoso!!

Ele voltou, é agora que vou tomar o pequeno-almoço! "Anda cá que não te aleijo!!!".... - E eis que aconteceu, deixei-me cair numa das armadilhas dos pescadores e lutei! Lutei com todas as forças que tinha, mas não eram muitas e puxaram-me para cima de uma rocha rapidamente... Era o fim, eu ia acabar num daqueles objectos redondos e brancos...

Mas...Surpreendi-me... Eram bons pescadores e apenas me queriam fotografar, para depois me libertar. Naturalmente e obviamente fiz a melhor pose que consegui para ficar bem na foto!
Aqui estava tímido...
Depois sorri para a foto!
Num instante voltei para a água...Era o meu dia de sorte, eu sabia que devia ter jogado no euromexilhões!
Decidi esquecer por um bocado o pequeno-almoço e segui-os enquanto a maré deixou. Um deles tinha aspecto de gradeiro e o outro de leiteiro. O que tinha aspecto de leiteiro até parou de pescar e tirou algumas fotografias... Individuo estranho!
Pausa....
E ainda na pausa...
Continuei atrás deles e vi o polvo Polvolino a sair do seu buraco em busca de comida. Eu não gosto muito dele e disse-lhe "Ali à frente tens um belo petisco, tens é que apanhar rapidamente!" e nesse mesmo instante vi o leiteiro a espetar-lhe com um daqueles coisinhos que parecem comida!!

Mas o Polvolino foi esperto e agarrou-se bem às pedras para desespero do Leiteiro que dizia coisas impróprias por causa do que aconteceu... Tive pena dele, mas nada podia fazer. Ele acabou por puxar com força e partiu o fio que tinha preso ao coisinho.

Depois disso, nunca mais os vi. Mas um dia, vou voltar a encontrar-me com aquele pescador e nessa altura já serei um gigante do mar e aí sim, vamos ver quem ganha o pequeno-almoço!!"

Um pequeno relato diferente do habitual, para quebrar a rotina do "lancei, insisti, toque, peixe, fim"...
Espero que tenham gostado... ;)

PS: Não sei se foi mesmo um polvo a atacar, apenas desconfiamos disso. Sei que algo atacou, levou um pouco de fio e depois de uns segundos de luta, ficou agarrado a uma rocha... :| Com amostra e tudo....

12 comentários:

  1. Ehehehe
    Então Cláudio já batizas os robalotes e tudo... :)
    Opá olha que esse já não enganas com esse peixinho... LOL

    Forte Abraço e força ai

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheheh
      Sabes como é, temos que tratar bem os jovens para irem dizer aos grandes que estão ali uns gajos porreiros e tal... :P
      Se não enganar com este peixinho, tenho outros parecidos :D

      Abraço!

      Eliminar
  2. Muito bom... E imaginativo. Gostei da sorte do robalote. Continua assim filhote.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh este livrou-se da frigideira :P
      Tens que contar esta história ao "piqueno" :)

      Eliminar
  3. Um relato original e engraçado. Que voltes a encontrar o "Robanaldo" daqui a uns aninhos... fizeste bem por merecer!

    Abraço Cláudio! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim espero, foi de volta para a água com essas instruções "Cresce e aparece oh puto!!" ;)

      Grande abraço!! :)

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Este voltou para o mar, para crescer mais um pouco :)

      Eliminar
  5. aahaha Cláudio!!
    Parabéns, eu Adorei o relato!!! looll Muito bom mesmo!! !
    A ver se um dia dás de caras com esse gigante, devias ter etiquetado :P

    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahaha este está marcado, eu olhei-o olhos-nos-olhos e tirei-lhe as medidas, já está com a folha feita!! :P

      Ainda bem que gostaste do relato :)

      Abraço!!

      Eliminar
  6. Boas Claudio, o vinil era quase do tamanho dele, se calhar a intensão dele não era come-lo dessa maneira...eheheh... tá muito bom o relato.
    Força neles e grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bolas Helio,
      Eheheh o vinil quase o comia :) Nem sei como é que um robalo tão pequeno consegue atirar-se e ficar ferrado, mas o que é certo é que ficou....

      Abraço :)

      Eliminar