sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Tempos de Crise

Antes de mais, minha crise não é monetária(felizmente consigo viver minimamente bem) mas sim temporal(leia-se: o tempo tem estado uma bela m%$# para a pesca).

Consegui dar duas fugidas para fazer uma pesquinha rápida, apesar de não ser num dos meus sítios favoritos, serviu perfeitamente para o gasto!

Falo de um dos sitios mais batidos aos Sábados e Domingos por "cotas", "domingueiros" e "pescadores malandros" (eu enquadro-me neste ultimo, já vou explicar o porquê).

Ora como agora os dias são de cada vez menos horas de luz e mais frios, e como a vontade de pescar é inalterável durante todo o ano, desta vez ganhou a pesca e fui lançar a cana para o porto de abrigo. O local, apesar de fortemente sujo pelos "ditos pescadores", não é desagradável de todo onde os acessos são fáceis, o local de estacionamento melhor ainda e as condições para lançar impecáveis. Cana montada(a "velha" Barros) e lançada para dentro de água com uma generosa iscada de sardinha, restava-me esperar.

Ora, é aqui que as vantagens deste local sobressaem pois enquanto eu tinha a cana mesmo ao lado do carro, abri a bagageira, e fazia de banco enquanto me abrigava do vento gelado que já se fazia sentir! (Nota: aqui percebe-se o "pescador malandro")

A pescaria vai correndo como de costume (pacífica..sempre pacífica) até que tenho uns toques valentes! Saltei logo da bagageira e esperei pelos toques seguintes...Logo se fizeram sentir e záááááss, cravei um peixe! Cabeça a sonhar já, o que poderia ser?, era pesado, o que será ali naquele lugar?, quando .... Uma enorme faneca!
Fanecas XXXL
Bem, estava marcada a pesca, era mais um dia de fanecas XXXL e depois de tiradas 3, tentei lançar mais perto das rochas, a ver o que poderia andar por lá...
O Safio da noite
Não me enganei muito e um safiozinho caiu na iscada de sardinha! Estava feita a pescaria e como o frio já apertava, rumo a casa que há muito para tratar antes de congelar.

Sem comentários:

Publicar um comentário